8 coisas que você não deve fazer se perdeu o emprego
Compartilhar



Em tempos como esse que estamos atravessando, você deve conhecer alguém que perdeu o emprego recentemente; você mesmo pode estar nessa situação.


No trimestre encerrado em janeiro deste ano, quase 3 milhões de pessoas ficaram desempregadas. Tal número elevou a taxa de desemprego a 9,5%, o maior nível da série iniciada em 2012 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


Ou seja, essa questão que assombra tantas famílias brasileiras é uma realidade e mexe com a parte mais sensível, o bolso. E por mais que a realidade doa, é preciso falar do assunto. Afinal, nós estudamos e nos preparamos para conseguir um emprego e não para perder, não é?


Por isso, listamos abaixo algumas orientações e dicas simples que, de alguma forma, podem ajudar a tomar decisões mais acertadas nesse momento.


Confira abaixo 8 coisas que não se deve fazer se está desempregado:


1. Desanimar


É claro que perder emprego é um grande baque. Mas é em momentos de dificuldades que é necessário reunir forças, parar de pensar de forma negativa ou procurar razões e motivos que expliquem “por que eu?”.


Aproveite seu tempo para refletir, desabafar com amigos próximos e família. Além de receber o apoio de pessoas tão importantes, é nessas conversas que surgem novas ideias e motivação para lidar com essa nova experiência.


2. Torrar o dinheiro que sobrou ou recebeu


Recebeu dinheiro da rescisão e vai receber o seguro desemprego? Ótimo! Veja esse dinheiro como uma reserva que deve ser usada com muita inteligência e também como a base para te manter enquanto tenta voltar ao mercado de trabalho. Não caia na tentação de sair gastando sem pensar no amanhã.


3. Tomar grandes decisões de mudança de vida


Muitas pessoas assimilam esses momentos como se fossem um “sinal” para tomar coragem e seguir aqueles sonhos de largar tudo e ir embora para outra país e começar de novo ou fazer uma viagem de meses para pensar na vida.


Tudo isso parece ótimo, e é mesmo, desde que seja feito com planejamento. Porém, decisões baseadas apenas no calor da emoção podem resultar em grandes dificuldades financeiras no futuro.


Leitura recomendada: A simplicidade e o seu papel na geração de riqueza


4. Aumentar custos fixos e adquirir coisas


Evite contratar serviços que irão gerar custos mensais fixos ou comprar bens caros, sejam eles pagos à vista ou parcelados. Aquela vontade de trocar de carro precisa ser revista, bem como todos os gastos da casa também.


5. Desconhecer a real situação financeira


Levantar os custos mensais é fundamental para manter o equilíbrio financeiro e saber o que pode ser cortado e o que pode ser mantido. Uma dica é colocar tudo em uma planilha para ter um retrato financeiro da sua condição. Nós temos uma planilha gratuita muito legal (clique aqui para download).


Depois disso, analise quanto você tem de custo por mês. Se irá receber o seguro desemprego, tente gastar menos do que ganha e poupar uma parte. Talvez seja necessário fazer cortes e essa economia pode significar aquele dinheiro a mais que vai salvar um mês lá na frente.


6. Fazer investimento de alto risco


Sempre surgirão aquelas oportunidades que parecem imperdíveis e que prometem ser a solução de todos os problemas. Não gaste o seu rico dinheiro naqueles cursos com fórmulas que prometem riqueza rapidamente e nem faça investimentos de alto risco se você não tem conhecimento.


Não há fórmula mágica para ganhar dinheiro, é preciso dedicar um tempo para estudar bastante a respeito da oportunidade para rentabilizar o seu dinheiro. Aqui no Dinheirama você encontra muito conteúdo educacional gratuito para que possa tomar a melhor decisão.


Web curso gratuito recomendado: Tesouro Direto, a hora é agora


7. Deixar de conversar em casa


Não tente esconder a realidade da família, pois além de não fazer bem para a harmonia da casa, agir assim é muito arriscado. Isso porque as outras pessoas estarão seguindo a vida com os mesmos hábitos de consumo e em algum momento saberão que a situação é diferente.


É melhor ter um diálogo franco logo no início para que cada um possa contribuir de alguma forma – seja estando atento aos gastos, pensando junto em alternativas para dar a volta por cima e, claro, podendo contar com as pessoas que você ama para dar força nesse momento passageiro.


8. Não procurar trabalho


Ficar em casa recebendo o seguro desemprego e não procurar trabalho, para não perder o benefício, é uma opção adotada por muitos. Opção essa que pode funcionar no curto prazo, porém ficar meses fora do mercado de trabalho, que já está difícil, é um grande risco – uma hora o seguro acaba e não é possível prever em quanto tempo haverá uma recolocação.


Leitura recomendada: Emprego está difícil, mas trabalho tem de sobra (para os corajosos)


Dica bônus


Ficar desempregado é muito ruim, mas deixar de aproveitar o tempo disponível nessa situação é pior ainda. Há muitas oportunidades de aprendizado.


Aproveite para entender mais sobre as suas finanças, aprender a lida com dinheiro, conhecer os investimentos disponíveis, e claro, assistir a vídeos relacionados a sua área de atuação, ler blogs de profissionais especializados em carreira e por aí vai. Fique atento às iniciativas de recolocação que acontecem na sua cidade.


Conclusão


É importante não ter medo e não deixar o orgulho impedir você de começar de novo. Se a função antes era de gerente e hoje a vaga disponível é de vendedor, isso não significa dar um passo para trás, mas dar um passo à frente para um novo recomeço.


Foto “Lost”, Shutterstock.



Daniella Gomes



Mais notícias

6 Perguntas Para Entrevistar Um Candidato A Emprego
Entenda a holocracia e como ela não faz sentido no Brasil
Este artigo vai ajudar você a transformar sua empresa em um modelo de vendas
Marketing pessoal no trabalho (ou: Como não ser demitido no meio da crise)
4 passos para cortar custos da sua empresa sem perder a eficiência
Qual o seu portifólio de competências para inovar?
Infográfico: As Competências dos Inovadores
Grandes truques para entender a linguagem corporal das pessoas
4 dicas para seguir na hora de procurar um novo emprego
6 segredos dos currículos que são ímãs de recrutadores
O que os recrutadores mais olham no currículo
Oito hábitos diários surpreendentes das pessoas mais bem sucedidas do mundo
O tom da sua voz afeta a sua carreira
Como se diferenciar em uma entrevista de emprego
20 habilidades mais buscadas pelas empresas nos candidatos
Dez mandamentos para conquistar a confiança dos seus colegas de trabalho
A difícil arte de ser produtivo num mundo de distrações
Tolerância - Atributo de Pessoas de Sucesso
Acomodou? confira oito dicas para mudar e se dar bem no trabalho!
O emprego temporário e suas oportunidades
Liderança: Dez passos para delegar mais e controlar menos
Como melhorar o rendimento no trabalho?
Como a ansiedade pode atrapalhar o seu rendimento no trabalho?
Seis maneiras de criar relações profissionais mais fortes e positivas
Gentileza como vantagem profissional
A importância da conduta ética no trabalho
Como ser produtivo no trabalho?
5 exercícios para reduzir o seu stress em 5 minutos
A gestão do tempo como sua aliada na busca pelo sucesso
Porque todo jovem deveria considerar a área de vendas para iniciar sua carreira
Confraternização na empresa: o que você deve ou não fazer
Trabalho Voluntário: motivação para fazer o bem
Como evitar a ansiedade em uma entrevista de emprego
Como começar o dia bem no trabalho?
Comportamentos que devem ser evitados no trabalho
Atitudes que podem sabotar seu desempenho profissional
Dicas de como se destacar no trabalho
Como aumentar a autoconfiança
Estudo em grupo ou individual para concursos públicos?
Competitividade: Desenvolvimento profissional
8 profissões que estão em alta este ano
Veja 5 dicas para distribuir as matérias no estudo para concursos
Os empregos que podem deixar de existir em 2025
5 dicas para passar em um concurso público
A importância do feedback positivo e negativo na empresa
5 melhores áreas para empreender em 2017
8 sinais que pessoas de sucesso compartilham
Os livros que irão mudar a sua maneira de ver o mundo
Como agir em entrevistas de emprego
4 dicas para quem quer empreender, mas não sabe como começar
Pontos fora de curva: o que faz os profissionais jovens se destacarem?
Como lidar com o resultado de uma avaliação pessoal e profissional
Entenda a diferença entre estágio e trainee, e como funciona cada programa
Autodisciplina no trabalho: 6 dicas para desenvolvê-la
"Como ficar rico"? 9 atitudes que podem estar te afastando deste sonho
Em tempos difíceis, destaque-se
5 coisas que você deve fazer antes de uma entrevista de emprego
O Plano de Negócios (?Business Plan?)
O que fazer e o que não fazer nos 10 primeiros dias de trabalho
Três boas razões para usar CorelDRAW
9 passos fundamentais para organizar tempo para estudar
5 atividades que ajudam a descobrir a sua vocação profissional
COMEÇANDO UM NEGÓCIO PRÓPRIO: manter o emprego ou ser empreendedor em tempo inte
Designer gráfico | Ganhe um salário extra ou monte seu negócio
5 formas de ganhar dinheiro com manutenção de PCs
Como ser um Freelancer em CAD
Por que qualificação profissional é fundamental?
O aluno como protagonista: a importância da personalização na educação superior
Faça um
curso grátis