Liderança: Dez passos para delegar mais e controlar menos
Compartilhar



Um líder centralizador não só gasta seu tempo em coisas que não deveria, como desmotiva a sua equipe


Muitos profissionais, inclusive aqueles que deveriam liderar uma equipe, se esforçam para participar de absolutamente todos os processos e decisões. Muitas vezes, além do que deveriam.


Se você é um centralizador - do tipo que pede para ser copiado em todos os e-mails e quer estar em todas as reuniões -, é hora de parar um segundo. Um líder centralizador não só gasta seu tempo em coisas que não deveria, como desestimula a sua equipe.


A maior parte das pessoas gostaria de ter algum grau de autonomia no trabalho. A microgestão – dizer em detalhes como cada tarefa tem de ser cumprida – impede esta autonomia. Dá a impressão de que o gestor vê seu subordinado como incompetente e incapaz de tomar decisões.


Um líder deve se dedicar a assuntos prioritários, estratégicos. Isto significa que ele não pode ficar preso à rotina do negócio.


O verdadeiro líder entende que não pode mover um negócio bem-sucedido sozinho e que é preciso preparar os colaboradores, além de motivá-los. Essa é justamente a maior vantagem de se delegar funções, segundo os profissionais de coaching ouvidos pela CIO. Assim, o líder cria colaboradores multifuncionais, pensantes, que encontram soluções para os problemas da área ou mesmo do negócio.


Além disso, a postura valoriza os profissionais e cria um maior comprometimento com resultados, já que eles se sentem parte do processo. Obviamente, o líder perde certo poder nas decisões rotineiras, mas ganha uma equipe mais dedicada e mais tempo para certificar-se de que os projetos caminham para o resultado desejado e para apresentar e divulgar os feitos da área para a direção.


É compreensível que os líderes tenham a tendência de querer acompanhar todos os processos em andamento na área, já que, quando algo errado acontece, ele geralmente é responsabilizado. Porém, a probabilidade de as coisas não andarem - ou não andarem como o esperado - é maior se o líder for um centralizador, ainda mais nos dias de hoje em que as pessoas estão acumulando funções e tarefas.


Você ganhará poder se delegar funções. Mas sua equipe está preparada para isso? Com que velocidade você pode se afastar de tarefas rotineiras para centrar-se no que realmente importa?


Para ajudá-lo a abrir mão de parte de seu controle, listamos dez pontos importantes a serem observados, segundo os profissionais de coaching.


1. Observe sua equipe. Conheça cada uma das pessoas que trabalham com você, a personalidade, os pontos fortes e fracos.


2. Seja transparente. Deixe muito claro os valores, a missão e a estratégia da empresa.


3. Entenda que esse não será um desafio só para você, mas para todas as pessoas da equipe. E, talvez, elas não tenham sido preparadas para isso antes.


4. Confie no seu time. Você escolheu as pessoas que se reportam a você? Elas estão há algum tempo na sua equipe? Então porque não confiar na capacidade de discernimento delas? Demonstre confiança.


5. Não espere que os outros façam as coisas exatamente como você. Entenda que cada um se organiza de uma forma diferente e o seu modelo não é o ideal, é só o seu jeito.


6. Acompanhe os passos dos projetos. Estabeleça a necessidade de relatórios no início do processo. Trabalhe com cronogramas, prazos e metas para não deixar ninguém perdido.


7. Baixe o nível de ansiedade. Ao delegar funções, é possível que você esteja pedindo algo novo para alguém. Entenda a possibilidade de o profissional precisar de algum tempo para se organizar e começar a produzir.


8. Saiba que erros serão cometidos. Aceite que eles ocorrerão da mesma forma que aconteceriam se você fosse o responsável pelas funções. Quando toda a equipe, porém, aprende com os erros, a probabilidade de voltarem a acontecer é menor.


9. Não esconda informações e mostre-se disponível. Isto é fundamental para que o time sinta-se confiante em partilhar dúvidas e informações quando achar importante.


10. Sempre dê feedbacks. Essa é uma ferramenta fundamental para a evolução de sua equipe. Aponte os pontos positivos e negativos, mas o faça como estímulo para que as pessoas busquem aperfeiçoamento. Se for o caso, estabeleça uma parceria com o RH para cursos e palestras.


 


Fonte: http://computerworld.com.br/lideranca-dez-passos-para-delegar-mais-e-controlar-menos


Mais notícias

6 Perguntas Para Entrevistar Um Candidato A Emprego
8 coisas que você não deve fazer se perdeu o emprego
Entenda a holocracia e como ela não faz sentido no Brasil
Este artigo vai ajudar você a transformar sua empresa em um modelo de vendas
Marketing pessoal no trabalho (ou: Como não ser demitido no meio da crise)
4 passos para cortar custos da sua empresa sem perder a eficiência
Qual o seu portifólio de competências para inovar?
Infográfico: As Competências dos Inovadores
Grandes truques para entender a linguagem corporal das pessoas
4 dicas para seguir na hora de procurar um novo emprego
6 segredos dos currículos que são ímãs de recrutadores
O que os recrutadores mais olham no currículo
Oito hábitos diários surpreendentes das pessoas mais bem sucedidas do mundo
O tom da sua voz afeta a sua carreira
Como se diferenciar em uma entrevista de emprego
20 habilidades mais buscadas pelas empresas nos candidatos
Dez mandamentos para conquistar a confiança dos seus colegas de trabalho
A difícil arte de ser produtivo num mundo de distrações
Tolerância - Atributo de Pessoas de Sucesso
Acomodou? confira oito dicas para mudar e se dar bem no trabalho!
O emprego temporário e suas oportunidades
Como melhorar o rendimento no trabalho?
Como a ansiedade pode atrapalhar o seu rendimento no trabalho?
Seis maneiras de criar relações profissionais mais fortes e positivas
Gentileza como vantagem profissional
A importância da conduta ética no trabalho
Como ser produtivo no trabalho?
5 exercícios para reduzir o seu stress em 5 minutos
A gestão do tempo como sua aliada na busca pelo sucesso
Porque todo jovem deveria considerar a área de vendas para iniciar sua carreira
Confraternização na empresa: o que você deve ou não fazer
Trabalho Voluntário: motivação para fazer o bem
Como evitar a ansiedade em uma entrevista de emprego
Como começar o dia bem no trabalho?
Comportamentos que devem ser evitados no trabalho
Atitudes que podem sabotar seu desempenho profissional
Dicas de como se destacar no trabalho
Como aumentar a autoconfiança
Estudo em grupo ou individual para concursos públicos?
Competitividade: Desenvolvimento profissional
8 profissões que estão em alta este ano
Veja 5 dicas para distribuir as matérias no estudo para concursos
Os empregos que podem deixar de existir em 2025
5 dicas para passar em um concurso público
A importância do feedback positivo e negativo na empresa
5 melhores áreas para empreender em 2017
8 sinais que pessoas de sucesso compartilham
Os livros que irão mudar a sua maneira de ver o mundo
Como agir em entrevistas de emprego
4 dicas para quem quer empreender, mas não sabe como começar
Pontos fora de curva: o que faz os profissionais jovens se destacarem?
Como lidar com o resultado de uma avaliação pessoal e profissional
Entenda a diferença entre estágio e trainee, e como funciona cada programa
Autodisciplina no trabalho: 6 dicas para desenvolvê-la
"Como ficar rico"? 9 atitudes que podem estar te afastando deste sonho
Em tempos difíceis, destaque-se
5 coisas que você deve fazer antes de uma entrevista de emprego
O Plano de Negócios (?Business Plan?)
O que fazer e o que não fazer nos 10 primeiros dias de trabalho
Três boas razões para usar CorelDRAW
9 passos fundamentais para organizar tempo para estudar
5 atividades que ajudam a descobrir a sua vocação profissional
COMEÇANDO UM NEGÓCIO PRÓPRIO: manter o emprego ou ser empreendedor em tempo inte
Designer gráfico | Ganhe um salário extra ou monte seu negócio
5 formas de ganhar dinheiro com manutenção de PCs
Como ser um Freelancer em CAD
Por que qualificação profissional é fundamental?
O aluno como protagonista: a importância da personalização na educação superior
Conselho para quem procura um novo emprego
Está sem emprego? Leia este artigo!
Mulheres e o desafio pela igualdade no mercado de TI
15 dicas para criar o currículo perfeito.
A importância de se qualificar em momento de crise:
8 provas FORTES de que você deve se qualificar profissionalmente
10 Motivos para Aprender Inglês Agora!
Por que ser um jovem aprendiz?
Abandonar animais é crime previsto em Lei
Faça um
curso grátis